3 coisas que você precisa fazer antes de criar um curso online

Cada vez mais as pessoas buscam complementar sua formação em cursos profissionalizantes ou treinamentos profissionais. O fato é que os cursos online são o caminho do futuro – e eles estão crescendo a uma taxa incrível.

Em uma pesquisa realizada pela Best Colleges, 79% dos alunos online consideram a aprendizagem online “melhor que” ou “igual a” em comparação com a educação na escola, um sentimento compartilhado por cerca de 57% das escolas. A indústria de e-learning, ou aprendizagem via internet, está projetada para atingir $325 bilhões até 2025, o que representa o triplo da receita se comparado a 2015.

Se você ficou interessado, neste artigo reunimos as 3 coisas que você precisa fazer antes de criar um curso online.

Para informações completas, baixe nosso e-book, nele você encontra os 15 nichos mais populares e lucrativos para cursos online e algumas sugestões de temas. É só clicar no botão abaixo.

3 passos para criar um curso online 

1. Conheça sua paixão

Ter clareza sobre as coisas ou atividades pelas quais você tem apreço pode fornecer um guia sobre quais tópicos e temas você está mais interessado em investir seu tempo, dinheiro e esforço.

Ser apaixonado pelo o que você faz, definitivamente, tornará seu curso menos uma tarefa e mais um projeto agradável, o que se traduzirá em uma melhor interação e envolvimento com seu público. Quanto mais entusiasmado você estiver com o curso, melhor ele venderá.

Para ter ideias, faça uma lista de todas as coisas que você gosta de fazer. Reflita sobre o que você gosta de aprender, o que você faz para se divertir e o que te dar prazer em ensinar.

2. Faça uma Análise SWOT da sua ideia

Em termos de planejamento estratégico, a Análise SWOT avalia sua ideia olhando para suas forças e fraquezas considerando os fatores internos e externos.

Os fatores internos correspondem aos pontos positivos e negativos da ideia, enquanto os fatores externos dizem respeito às questões que fogem do seu controle, consideradas oportunidades e ameaças.

As forças são os recursos do projeto que podem contribuir para a alcançar o objetivo do curso.

Então, pense nas características fortes do seu curso e faça uma lista. Algumas questões que você precisa responder para diagnosticar suas forças, são:

  • Quais são os principais diferenciais do seu curso?
  • Quais são os recursos com que você pode contar na produção do conteúdo?
  • Como é trabalhada a experiência do participante durante e após o curso?

As fraquezas são os recursos do projeto que podem impedir o curso atingir seus objetivos. Em linhas gerais, a ausência de uma força pode vir a ser uma fraqueza e vice-versa. Algumas questões que você precisa responder para diagnosticar suas fraquezas são:

  • A equipe é inexperiente ou precisa de algum tipo de treinamento para dar suporte aos alunos?
  • O quão bem você conhece sua persona e o seu público-alvo?
  • Você conseguirá  dar a devida atenção aos alunos?
  • Os assuntos são realmente relevantes para o público?
  • O que você fará para alcançar ou superar a expectativa dos alunos?
  • O que pode levar o público a desistir do seu curso?

As oportunidades são fatores externos que podem ser úteis para alcançar as metas de um projeto. Um exemplo de oportunidades é a pouca concorrência.

Algumas questões que você precisa responder para diagnosticar suas oportunidades, são:

  • Quais forças externas podem influenciar ou impactar positivamente seu curso?
  • Haverá parcerias para a divulgação do curso?
  • Haverá algum tipo de estratégia que possa aumentar o engajamento do público?

Certos fatores externos podem ser prejudiciais para alcançar os objetivos de um projeto. Esses fatores são chamados de ameaças. Exemplo de ameaças são a forte concorrência e a infraestrutura despreparada.

Assim como as oportunidades, as ameaças são fatores externos que não há como influenciar, por isso, devem ser estudadas e tratadas com bastante cautela. Para listar as ameaças, responda questões como:

  • Quais forças externas podem influenciar ou impactar negativamente seu curso?
  • Há data e horário propícios?

Sobre a Análise Swot, de modo geral:

  • O que é positivo no presente é uma Força;
  • O que é positivo no futuro é uma Oportunidade;
  • O que é negativo no presente é uma Fraqueza;
  • O que é negativo no futuro é uma Ameaça.

Uma boa Análise SWOT é desenvolvida e interpretada para unir da melhor forma esses 4 elementos. Assim, oferece um diagnóstico confiável compondo as necessidades estratégicas e capaz de prever o sucesso do curso.

Uma vez que as informações foram listadas e você já consegue prever o sucesso do curso, cruze os 4 quadrantes da matriz para completar a Análise SWOT, refletindo sobre:

  1. Quais forças podem reduzir o impacto de cada fraqueza?
  2. Quais forças podem ajudar a aproveitar cada oportunidade?
  3. Você será capaz de usar os pontos fortes indicados para aproveitar as oportunidades?
  4. Quais forças podem ajudar a se defender de cada ameaça?
  5. Será mais fácil superar as ameaças graças aos pontos fortes indicados?
  6. Quais fraquezas estão minando as forças do projeto?
  7. As fraquezas indicadas impedem você de aproveitar as oportunidades?
  8. As fraquezas indicadas expõem o curso a ameaças?

Essas perguntas são bem simples de responder, mas permitem obter as informações necessárias para planejar efetivamente o curso.

3. Conheça bem seu público-alvo

Conhecer muito bem o seu público é o principal pré-requisito para um curso online de sucesso.

A adaptação das suas mensagens às vontades e necessidades do seu público aumenta suas chances de chamar a atenção dele e estabelecer conexões.

Conhecer o público-alvo permite não apenas melhorar a experiência do participante e aumentar as chances de participação em cursos e modalidades futuras, mas também orientar as ações e estratégias de marketing.

A criação de personas para o seu curso, por exemplo, vai te ajudar a reconhecer que pessoas diferentes têm necessidades e expectativas diferentes, e a orientar o processo de planejamento e de tomada de decisão.

O que fará o seu público se interessar em participar do seu curso? Uma alternativa é enviar pesquisas para coletar informações de seu público durante as etapas de sua ideia, para ver que tipo de interesse você atrai.

Ofereça seu curso online com o auxílio de uma plataforma de gestão

Como o seu curso é online, as inscrições para ele também devem ser.

Você pode utilizar formulários disponíveis na internet ou até mesmo contratar uma empresa especializada nesse serviço, como o E-Inscrição, que fica responsável por criar a ficha para preenchimento, coletar os dados dos participantes e organizar a lista de inscritos.

Você já conhece o E-inscrição?

O E-inscrição é uma plataforma sem custos para eventos e cursos gratuitos e, para os que são pagos, é possível sacar os pagamentos das inscrições diretamente para uma conta bancária, sem complicações ou burocracias.

Algumas das nossas funcionalidades, são:

Prezamos por uma experiência incrível com o melhor preço do mercado. Você irá se surpreender com a facilidade e praticidade que oferecemos.


Gostou deste artigo? Aproveite para ler também sobre ‘O segredo do sucesso dos cursos online – por quê investir no ramo?’ e se inspirar ainda mais a entrar no ramo do e-learning, que é muito promissor e garante muitos benefícios aos empreendedores.

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *