Como organizar uma célula para jovens e adolescentes

A fase da adolescência é uma etapa delicada na vida de grande parte das pessoas. Ela é marcada por transformações físicas, psicológicas, hormonais e cognitivas.

Em meio a essas mudanças, os adolescentes procuram encontrar uma nova visão do mundo e de si, e buscam pertencer a algum grupo social, numa tentativa de concretização do caráter e da personalidade.

A adolescência é, muitas vezes, ligada a palavra rebeldia. Nessa fase, os jovens costumam perder o interesse em Deus e em participar das atividades da Igreja. Os líderes das igrejas, então, precisam dar atenção especial a esse grupo cheio de dúvidas e questionamentos.

Ser um adolescente não é fácil, e lidar com um também não. Nesse sentido, hoje vamos te ajudar a como organizar uma célula para jovens e adolescentes, garantindo uma reunião empolgante e cheia da presença de Deus.

A importância da célula para os jovens e adolescentes

Trabalhar com adolescentes pode parecer tarefa difícil, mas é bastante enriquecedora!

Na puberdade, a tendência é que o adolescente se afaste da família e busque referências nos amigos e outros adultos para se formar como sujeito e encontrar inspiração para lidar com suas dúvidas, apreensões e inseguranças.

As atividades de uma célula podem ser fundamentais para auxiliar o desenvolvimento do adolescente, além de fortalecer a própria igreja!

As células evangélicas geram a oportunidade para cada pessoa participar da vida cristã, produzindo sentimento de segurança, valor e união. A célula para jovens e adolescentes permite criar um ambiente espontâneo, atender suas necessidades espirituais e motivá-los a:

  • Interação social;
  • Amizade;
  • Partilha;
  • Compaixão;
  • Liderança;
  • Cooperação;
  • Empatia;
  • Gratidão;
  • Trabalho voluntário;
  •  Conhecimento;
  •  Fé.

Escolha data e o local

Agora que você sabe como uma célula pode ser importante na vida de um adolescente, vamos ao primeiro passo: o planejamento da data e do local.

Uma célula é um grupo de quatro a quinze pessoas que se reúne para experimentar o amor de Deus, desfrutar de companheirismo e desenvolver amizades em uma atmosfera mútua de respeito.

Em sua estrutura, a célula deve ter um líder, um líder auxiliar, discipuladores, participantes e ter o propósito básico de evangelizar.

A primeira coisa que todo líder precisa se preocupar é em definir o local, dia, horário e duração da célula. O ideal é que o lugar seja de fácil acesso e que o encontro aconteça semanalmente.

As reuniões de adolescentes são diferentes de reuniões para adultos ou casais, pois, precisam ser mais rápidas, informais e dinâmicas, já que os jovens tendem a não gostar de atividades demoradas. Uma célula com duração de uma hora ou uma hora e meia é o ideal para unir o grupo e realizar diversas atividades sem parecer exaustivo.  

Crie um plano de atividades

Lidar com adolescentes cristãos é uma tarefa que exige compromisso e planejamento, por isso, prepare com antecedência as atividades que serão realizadas.

Uma experiência única e especial para os participantes da célula é fundamental para aproximar os adolescentes e criar um grupo entrosado.

Saia da rotina e seja criativo!

Procure usar elementos extras para complementar os estudos da palavra. Programe confraternizações, bate-papo, dinâmicas, gincanas, debates, eventos, vídeos e jogos.

Faça também atividades em duplas ou trios para que os adolescentes mais tímidos não se sintam expostos.

Você não precisa realizar atividades extras em todas as reuniões, mas se possível, programe a realização de atividades diferenciadas uma vez por mês. Isso já será o suficiente para quebrar a rotina das reuniões.

Permita que os adolescentes deem opiniões, testemunhos ou façam perguntas. Peça sugestão de temas e atividades. Quanto mais unidos os jovens estiverem, mais eles se sentirão estimulados a irem à célula e a trazerem novos membros.

Faça adaptação da linguagem

Um grande erro é não adaptar a célula á linguagem dos jovens e adolescentes. Promova sempre atividades com linguagem mais simples e com assuntos pertinentes para a idade.

Alguns temas que podem ser apresentados são:

  •  Festas;
  • Música;
  • Esportes;
  •  Lazer;
  • Dificuldades na escola;
  •  Vestibular;
  • Profissões;
  • Família;
  • Trabalho;
  •  Sexo;
  • Drogas;
  •  Depressão;
  • Doenças.

Construa um ambiente jovial e receptivo, deixe-os bem à vontade. O vocabulário e a forma de ensinar devem ser leve e sem formalidade!

Entoação de hinos, cânticos e oração

A célula para jovens e adolescentes precisa ter:

  • Salmos, louvores e adoração;
  • Doutrinas e ensinamentos;
  •  Revelações;
  • Interpretação da palavra de Deus.

Por meio das células, os jovens e adolescentes podem viver a fé com entusiasmo e melhorar o relacionamento com Deus.

Evite que esse momento seja mecânico ou padronizado. Isso vai desanimar os adolescentes.

Inove a forma de orar!

Você pode, por exemplo, reunir os jovens ao redor de uma cadeira vazia e orar pelas pessoas que não estão presentes. Fazer pares e pedir para que cada um ore pelo seu parceiro. Ou pedir para os jovens escreverem um nome de um conhecido, fazer um sorteio e direcionar as orações da para a pessoa sorteada.

O importante é que as orações da célula para jovens e adolescentes sigam o propósito de evangelização dentro das necessidades espirituais dos membros.

Caso alguém se nega a participar dos momentos de hinos, cânticos e oração, não o contrarie. Isso só deixa o adolescente irritado e sem vontade de continuar a participar dos próximos encontros, além de deixar os demais membros desconfortáveis com a situação.

Prepare a comunhão

Ao final das reuniões de célula, vem o momento de comunhão.

O lanche é um momento excelente para confraternização da célula de jovens e adolescente. A ideia do lanche é ser algo tranquilo, descontraído e nada muito elaborado.

Considere a quantidade de participantes, a condição financeira e a disponibilidade dos membros.

Uma dica é criar pequenos grupos dentro da célula e rotativamente responsabilizá-los de levar o lanche.

Faça da comunhão um momento de criatividade e trabalho em equipe. Uma sugestão é cada membro da célula levar um ingrediente que complete um sanduíche. Assim, cada jovem monta o seu!

Em dias de inverno, faça um festival de caldos. No verão, a célula pode combinar de levar sorvete com caldas variadas. Mas se a célula for à noite ou próximo ao horário do almoço, opte por lanches mais leves.

Por fim, não se esqueça de agradecer ao Senhor pela benção do alimento!

Se você está iniciando agora a organização de uma célula para jovens e adolescentes, é preciso sabedoria, paciência e comunicação para encorajá-los a crescer mais na fé e estabelecer raízes de amizades uns com os outros.

A célula de jovens e adolescentes é uma ótima maneira de ajudar os participantes a passarem por esse período tão intenso, como a adolescência. Você terá, em mãos, um papel de transformar!

Compartilhe com eles a sua vida e suas experiências, assim eles se sentirão amados e valorizados.

Enfim, tenha o coração totalmente aberto, escute e anote toda as sugestões deles. Os jovens são a igreja de amanhã!

Se você gostou do conteúdo, deixe seu comentário!

Aprenda agora os 7 tipos de eventos religiosos que você pode organizar e vivificar ainda mais a fé em Deus!

Nós sabemos como ajudar você nessa jornada...

Vem com a gente!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This