Hashtag para um evento religioso: como escolher

Na hora de divulgar um evento religioso, as redes sociais são uma perfeita aliada, mas por onde começar?

Uma maneira de aumentar o engajamento e chamar a atenção para o seu evento é criar e usar uma hashtag exclusiva.

Criar uma hashtag para o seu evento religioso é uma ferramenta poderosa para centralizar todas conversas online, multimídia e informações sobre ele, além de aumentar a visibilidade on-line do seu evento.

Certifique-se de utilizar a hashtags em todas as etapas do processo de planejamento de divulgação. Quanto mais as pessoas veem, maior a probabilidade de usá-las ao postar sobre seu evento.

Mas para isso, neste artigo vamos te ensinar a como criar hashtag para um evento religioso. Confira!

Critérios de escolha da hashtag

Explicado de forma simples, uma hashtag é uma palavra ou frase digitada sem espaços, precedida por um símbolo de hash, ou jogo da velha (#).

Hashtags são usadas para classificar postagens sobre o mesmo tópico. Ao clicar em uma hashtag, os usuários da internet podem ver rapidamente todas as postagens associadas à tag. Isso faz das hashtags uma ferramenta de marketing eficiente.

As hashtags são excelentes para:

  •  Ampliar o alcance da divulgação;
  • acompanhar todos os posts;
  • estabelecer um relacionamento com público;
  • passar confiança;
  • sanar dúvidas que eventualmente aparecerão;
  • mensurar o engajamento;
  • acompanhar a experiência do público;
  • receber feedback.

Porém, criar hashtag para um evento religioso não resume em apenas acrescentar o # antes do nome do evento. Existem algumas armadilhas a serem observadas ao escolher uma hashtag.

Se você deseja que seus participantes usem essa hashtag quando estiverem falando sobre o seu evento, a escolha da sua hashtag deve seguir alguns critérios.

1. Ela deve ser única

Em primeiro lugar, a hashtag para um evento religioso deve ser única!

Se sua hashtag é usada por outro evento, as pessoas ficarão confusas na hora de buscar por mais informações ou ao conferirem a discussão on-line.

Verifique a exclusividade das hashtags na sua lista de brainstorming, pesquisando no Instagram, Twitter, Facebook e outras redes sociais importantes.

Por fim, escolha uma hashtag que não seja muito popular ou genérica.

2. Faça ser memorável

Será inútil se você criar uma hashtag na qual os participantes não consigam lembrar!

A hashtag para um evento religioso deve ser memorável, ou seja, fazer sentido e ser relevante.

Inclua o nome do evento religioso ou uma abreviação fácil de lembrar. Você pode, também, acrescentar o ano. Essa é uma estratégia muito comum na hora de decidir a hashtag de um evento, principalmente se ele é recorrente.

3. De preferência para que seja curta

As redes sociais têm um número limite de caracteres por postagem. No Twitter, por exemplo, são apenas 240. É por isso que a hashtag perfeita deve ser curta e, de preferência, conter apenas 8 ou menos caracteres.

Certamente, quanto menor a hashtag, mais fácil é para as pessoas se lembrarem e a usarem em suas postagens.

4. Ela deve ser clara

A hashtag de um evento religioso precisar ser única, memorável, curta e de fácil entendimento.

Garanta que os participantes e seguidores nas mídias sociais reconheçam, de imediato, do que se trata a tag.

Abreviações e acrônimos são ótimos para manter as hashtags curtas, mas fique atento se não é muito complicada para as pessoas decifrarem.

Como escolher a melhor hashtag para um evento religioso

Agora que você sabe como a hashtag de um evento religioso deve ser, vamos te acompanhar pelas etapas da escolha e uso dela.

Etapa 1: Conhecer

O primeiro passo para criar um hashtag para um evento religioso é conhecer o público que deseja atingir!

Para isso, faça uma pesquisa de mapeamento demográfico nas mídias sociais e entenda com o seu público interage nas redes.

Saber onde encontrar o seu público e quais são as preferências dele é fundamental para qualquer estratégia de marketing, incluindo as hashtags.

Etapa 2: Brainstorm

Brainstorm, que na tradução literal significa “tempestade de ideias” ou “tempestade cerebral”, representa uma reunião em grupo para debater sobre um problema e suas soluções, desenvolver novas ideias ou projetos, e estimular o pensamento criativo.

Junte sua equipe de organização e crie o máximo de ideias possível para a hashtag do evento.

Não esqueça das regras para uma hashtag de sucesso que citamos anteriormente: ela deve ser única, memorável, curta e clara.

Depois de escolher, pense como alguém que não conhece a sua igreja para verificar se o evento é facilmente reconhecível, se não há possibilidade da hashtag ser mal interpretada ou acharem que sua hashtag significa algo totalmente diferente da intenção.

Etapa 3: Pesquisar

A próxima etapa para criar uma hashtag para um evento religioso é procurá-la na internet.

Ser única é uma das regras para uma boa hashtag, e o objetivo dela é organizar seu evento nas mídias sociais. Então, é fundamental verificar se a hashtag escolhida é realmente exclusiva e, assim, evitar que seu público fique confuso na hora de procurar por mais conteúdo sobre o evento.

Pesquise as hashtags nas plataformas de mídia social. Se essa hashtag já foi utilizada, ou existe um outra muito parecida, é interessante pensar em uma outra para representar o evento!

Todas as 3 primeiras etapas devem ser concluídas rapidamente para que você possa realizar bem a próxima etapa!

Etapa 4: Promover

Agora você sabe como escolher e já criou a hashtag para o evento religioso que está organizando, é hora da divulgação!

Uma boa hashtag oferece muitas possibilidades e você pode usá-la como uma ferramenta de marketing antes, durante e após o seu evento.

Sua hashtag deve ser incluída em todas as promoções sociais do seu evento!

Promova sua hashtag e inclua-a nas publicações em redes sociais, bem como em todos os seus materiais promocionais e comunicações. Certifique-se de que você não perca nenhuma oportunidade de chamar a atenção.

Etapa 5: Interagir

 Quando o público clicar na hashtag, ele terá acesso a todo o conteúdo social, informação e programação do evento. Então acompanhe sua hashtag, pois, ela será essencial para gerar engajamento e sanar possíveis dúvidas.

Durante o evento, estimule o uso da hashtag para criar conversas. Você pode pedir às atrações para que mencionem a hashtag e lembrar aos participantes de compartilhar suas experiências.

Você pode também colocar a hashtag em locais estratégicos para que os participantes sempre a vejam e possam tirar fotos com ela ao fundo.

Se quiser, ofereça recompensas por usar a hashtag. O importante é nunca deixar de incentivar os participantes do evento religioso a interagir na tag.

Certifique-se de se envolver com os participantes que estão usando a hashtag. Caso não tenha tempo, a dica é deixar respostas já programadas.

As hashtags são também importantes no pós-evento, pois você consegue mensurar o engajamento, acompanhar a experiência e receber feedback do público.

Uma dica é reunir todas as imagens, vídeos e comentários que os participantes compartilharam e publicar nos seus stories. Se os participantes utilizaram a hashtag, você terá bastante conteúdo escrito e fotográfico para adaptar após o evento.

Seu público vai apreciar essa atenção e você ainda pode usar esse tipo de marketing, chamado conteúdo gerado pelo consumidor, economizando tempo e dinheiro.

Finalmente, o importante no pós-evento é que a hashtag permite ver o que o público mais gostou e o que você pode melhorar para as próximas edições.

Etapa 6: Mensurar

A vantagem do digital é a facilidade de mensuração!

Assim como outras estratégias de marketing digital, as hashtags podem ser uma das maneiras mais eficazes para acompanhar e mensurar campanhas de marketing em redes sociais, bem como o sucesso do evento religioso.

Quanto mais ela for usada, maior o engajamento e reconhecimento por parte do público.

Como métrica de popularidade, você pode, e deve, checar:

  • Número de postagens feitas com aquela hashtag;
  • número de usuários que postaram a hashtag;
  • alcance das postagens; impressões causadas.
  • impressões causadas.

Se preferir, você tem a opção de utilizar programas específicos para acompanhar relatórios analíticos e estatísticos da hashtag do evento religioso.

Enfim, o fundamental é tomar uma abordagem mais estratégica em relação às hashtags, descobrir todo o seu potencial e divulgar seu evento religioso.

E então, gostou deste post? Deixe sua resposta nos comentários.

Aproveite a visita para assinar a nossa newsletter. Assim, você passa a receber nossos artigos na sua caixa de entrada e não perde nenhuma novidade!

Nós sabemos como ajudar você nessa jornada...

Vem com a gente!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This