Veja como o Web Summit está se adaptando à pandemia

Com a pandemia global do COVID-19, enquanto alguns eventos foram cancelados ou adiados, outros estão sendo movidos para uma configuração virtual, a fim de proteger a saúde dos participantes e apresentadores.

O Atos6 e a E-inscrição estiveram presentes no Web Summit 2019 e apresentaram a tecnologia brasileira para milhares de pessoas na 11ª Edição do evento, que ocorreu entre os dias 4 e 7 de novembro, em Lisboa.

Com um sentimento de nostalgia, neste artigo vamos acompanhar como o Web Summit 2020 está se adaptando devido à pandemia. Confira!

Web Summit

O Web Summit é uma conferência que faz parte do calendário global como um dos mais importantes eventos de inovação, tecnologia e empreendedorismo do mundo.

Fundado como Dublin Web Summit em 2009 na Irlanda, pelo trio Paddy Cosgrove, David Kelly e Daire Hick, o Web Summit reúne pessoas e empresas que redefinem a indústria global de tecnologia.

A Forbes, a mais conceituada revista de negócios e economia do mundo, classifica o Web Summit como a melhor conferência de tecnologia do planeta. Já o jornal The New York Times, reconhece o evento como um grande conclave dos “sumos sacerdotes” da indústria de tecnologia.

Networking, inovação e negócios são as palavras-chave desse evento. Durante o Web Summit ocorrem simultaneamente palestras e workshops, onde as startups apresentam as novidades do mundo da tecnologia e dividem o espaço com stands de grandes marcas, como Google, Amazon, Facebook e Microsoft.

Por essência, o Web Summit é voltado para profissionais das indústrias tecnológicas, startups e empreendedores, entretanto esse evento é também o maior encontro mundial de jornalistas, atraindo mais de 2.500 profissionais globais de comunicação, como Bloomberg, Financial Times, Forbes, CNN, CNBC e Wall Street Journal.

Web Summit 2020

Devido à pandemia do COVID-19, a edição deste ano foi adiada para 2 a 4 dezembro e decorrerá digitalmente.

Dessa forma, durante os três dias do evento, os líderes de centenas de startups e grandes empresas serão entrevistados e as conferências serão transmitidas online a partir de um estúdio no Altice Arena, em Lisboa, bem como outros estúdios colocados em diferentes cidades portuguesas.

O Web Summit 2020 contará com a presença de Guo Ping (Huawei), Adaire Fox-Martin (SAP), Brad Smith (Microsoft), Xiang Wang (Xiaomi), Gillian Tans (Booking.com), Anjali Sud (Vimeo) e Young Sohn (Samsung Electronics), entre outros profissionais de diferentes áreas da Tecnologia e Empreendedorismo. Valdis Dombrovskis, vice-presidente executivo da Comissão Europeia, também faz parte do rol de primeiras confirmações.

Você pode conferir melhor os palestrantes confirmados no site oficial do evento clicando aqui.

3 razões pelas quais o Web Summit 2020 não foi cancelado

O Web Summit deu 3 razões por que milhares se reunirão online, e elas são:

  1. Alto-falantes incríveis;
  2. oportunidades de networking incomparáveis; e
  3. software que maximizará a experiência dos participantes

Isso porque o software sempre foi a chave para as conferências do Web Summit, que durante uma década, foi se aprimorando e otimizando.

Independente do formato, o Web Summit é uma oportunidade única de networking e geração de leads. Especialistas de todos os setores se reunirão para compartilhar ideias, fazer novos contatos e encontrar futuros parceiros de negócios e clientes. Além disso, o conteúdo do Web Summit inspira e capacita os participantes.

Possível formato híbrido

Ainda neste mês de outubro, as autoridades confirmarão se o Web Summit haverá ou não público, e tudo dependerá se as normas de segurança de Portugal irão permitir a realização de um grande evento com aglomeração no país. Em caso de formato híbrido, o evento passará a contar com estúdios além de Lisboa, podendo estar no Porto, Coimbra, Faro e até nas ilhas que pertencem a Portugal.

Os preços para o público online já estão disponíveis – custam entre €99 e €999, e, em vez dos habituais 70 mil participantes presenciais, são mais de 100 mil ingressos disponíveis para a versão online.

Experiência dos participantes

Os organizadores do evento garantem que a experiência será um misto de rede social ao estilo LinkedIn, speed dating, conferências de imprensa e webinars por Zoom, tudo na mesma plataforma de web.

A área central é a de conteúdos em vídeo, chamada de Watch, que terá três canais, substituindo os palcos. Além disso, terá a opção rádio, onde serão transmitidas as entrevistas mais longa, conversas de eventos anteriores e a área dos workshops. Em cada uma destas áreas será possível que participantes interajam entre si.

A zona Breakout possibilitará o participante aderir a salas temáticas de conversação e ter acesso a conferências de imprensa ou a sessões Q&A – perguntas e respostas – com os oradores.

Na zona de Speed Dating acontecerão encontros rápidos, cerca de três minutos, de interação com participantes ao acaso. Além de haver uma contagem decrescente dos 3 minutos, estará visível o perfil da pessoa informando quem é, que cargo tem e em que empresa trabalha. Pensando em tudo, também haverá ícones para denunciar abusos de participantes mesmo em conversas privadas, por exemplo.

Enfim, como você pode perceber, o Web Summit 2020 irá além de vídeos conferências no Zoom entre oradores. O foco é criar networking e experiências parecidas com o evento presencial.

Teste Collison Conference

A Collision Conference, considerada uma das maiores e mais prestigiadas feiras de inovação, tecnologia e empreendedorismo das Américas, é um evento que acontece presencialmente em Toronto, no Canadá, mas que este ano foi realizado no ambiente online.

A Collision, que pertence ao Web Summit, foi um teste para o evento de Lisboa. Foram 32.630 participantes de 140 países, 630 oradores, mais de mil startups, mil jornalistas e 850 investidores.

Conclusão

A tecnologia tornou possível que eventos antes presenciais ocorressem de forma virtual, levando a muitos benefícios, tanto para os planejadores de eventos quanto para os participantes.

A adaptabilidade ainda é a habilidade mais benéfica que você precisa como profissional de eventos. O que importa é que as expectativas dos participantes sejam atendidas – ou, melhor ainda, superadas.

E-inscrição: a sua solução

Vire a chave! A E-inscrição vai te ajudar a transformar seus eventos presenciais em virtuais.

Se você ainda não possui uma plataforma de eventos para automatizar todas as etapas de planejamento, a E-inscrição é a solução ideal!

Algumas das nossas funcionalidades, são:

Prezamos por uma experiência incrível com o melhor preço do mercado. Você irá se surpreender com a facilidade e praticidade que oferecemos.

Não perca mais tempo e faça da E-inscrição a sua plataforma de gestão de eventos!

Sobre o Autor

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *