Roteiro de Viagem Cristã: Locais que você deveria visitar!

Viajar é uma perfeita opção para enriquecer a alma, abrir a mente e libertar-se da rotina.

Uma viagem permite ampliar a visão que temos do mundo e de nós mesmos, conhecer novas pessoas, fortalecer laços afetivos, construir memórias, bem como desenvolver características e habilidades pessoais.

Viajar é um momento para relaxar e se divertir, mas também é uma ótima forma para você viver a fé. Dessa forma, a E-Inscrição fez um roteiro para uma viagem cristã, com uma lista de lugares onde você deveria visitar. Confira!

Nazaré

A primeira cidade do nosso Roteiro de Viagem Cristã é Nazaré!

A cidade de Nazaré está localizada sobre uma colina a 350 metros em relação ao Mar Mediterrâneo, entre as montanhas da baixa Galileia. Devido à sua localização privilegiada, sua vista é impressionante, e sua região é considerada uma das mais belas.

O vilarejo de Nazaré era, no tempo de Jesus, um pequeno povoado de não mais de 30 mil metros quadrados, onde as casas eram compostas geralmente por uma única sala, ligadas a uma gruta escavada à mão devido à fragilidade das rochas do local.  

No Novo Testamento, o anjo Gabriel anunciou a Maria o nascimento do menino Jesus em Nazaré, e lá Cristo passou a sua infância, adolescência e atingiu a maioridade.

Na atualidade, En-Nâzirah, nome da cidade em hebraico, é a moderna e a maior cidade do distrito norte de Israel, sendo um centro de peregrinação cristã, com santuários celebrando os acontecimentos bíblicos.

Jerusalém

A 147 quilômetros de Nazaré, encontra-se a segunda cidade do nosso Roteiro de Viagem Cristã.

Jerusalém, uma das cidades mais antigas do mundo, está localizada em um planalto nas montanhas da Judeia, entre o Mediterrâneo e o mar Morto, é considerada um centro espiritual e religioso desde o século X a.C., sendo sagrada tanto para o cristianismo, quanto para o judaísmo e islamismo, e consequentemente palco de batalhas religiosas. 

A Cidade Velha de Jerusalém, com seus mais de 3 mil anos, é um dos lugares mais sagrados do mundo sendo dividida em quatro bairros: Judeu, Árabe, Armênio e Cristão. Visitar Jerusalém é sentir, a cada passo dado, uma referência que vai desde quando o rei Davi a estabeleceu como sua capital à ressurreição de Jesus.

Há centenas de anos, peregrinos de todo o mundo percorrem as ruas apertadas da cidade e muitos dizem que poucas experiências podem se comparar a ver o dia nascer na cidade de ouro!

É dentro da Cidade Velha de Jerusalém que você vai ver monumentos religiosos importantíssimos, como o Muro das Lamentações, a Via Sacra e Santo Sepulcro e, por fim, Monte das Oliveiras.

1. Muro das Lamentações

Trata-se de um local composto por imensos blocos de pedras. O Muro das Lamentações é uma estrutura sagrada para os judeus. É o último vestígio do Segundo Templo, construído no lugar do original Templo de Salomão.

Entretanto, assim com os judeus, os cristãos podem deixar bilhetes, recados ou cartas com súplicas e agradecimentos a Deus nas rachaduras das pedras.

2. Via Dolorosa e Igreja do Santo Sepulcro

Via Dolorosa é uma rua na cidade velha de Jerusalém, que começa na Portão do Leão e percorre a parte ocidental da cidade de Jerusalém, terminando na Igreja do Santo Sepulcro.

Foi por este caminho que Jesus Cristo carregou a cruz!

Na Via Dolorosa, você encontra nove das estações da Via Sacra dentro de um trajeto que soma 600 metros de extensão. Finalmente, as 5 últimas estações estão no interior da Igreja do Santo Sepulcro.

Também conhecida como Igreja da Ressurreição, Igreja de Santo Sepulcro é o local mais sagrado do mundo para o cristianismo e por isso todo o cristão deveria visitá-la. Foi nesse local onde Jesus foi crucificado, enterrado e ressurgiu dos mortos!

3.    Monte das Oliveiras

O Monte das Oliveiras fica situado a leste da Cidade Antiga de Jerusalém, em Israel, e faz parte de uma colina com três picos, situado há mais ou menos 20 minutos de carro da Cidade Velha. Recebeu esse nome devido à sua antiga cobertura vegetal, majoritariamente oliveiras.

O local é sagrado para os judeus, os cristãos e os muçulmanos e possui uma vista fantástica da cidade antiga. Para o cristianismo, o Monte das Oliveiras tem grande importância, uma vez que Jesus transmitiu muitos de seus ensinamentos nesse local. Para os judeus, uma série de eventos relatados no antigo testamento também tornam esse local especial, como a fuga de Davi de Absalão.

Aos pés do Monte das Oliveiras está situado o jardim do Getsêmani, local ocupado por oliveiras tão antigas quanto as histórias bíblicas. Lá Jesus orou pouco antes de ser preso.

O jardim é vizinho a uma gruta que, segundo as tradições bíblicas, seria o local onde Jesus fora traído por Judas. Hoje, na gruta, existe um pequeno altar que é ponto de peregrinação, oração e celebrações. 

Rio Jordão

Considerado um dos mais importantes rios do Oriente Médio, o rio Jordão era, e ainda é, uma fonte importante de água para Israel. Suas águas abastecem o Mar da Galileia, e desaguam no Mar Morto, a leste do deserto da Judeia. 1

O Rio Jordão é citado diversas vezes no decorrer da bíblia!

Foi nesse rio que, conforme a Bíblia, Elias subiu ao céu, houve a cura de um leproso, manifestação da Santíssima Trindade e onde Jesus foi batizado.

Muitos turistas quando visitam a Terra Santa incluem no roteiro o batismo ou renovação do batismo. Os mais famosos locais para tal ação são Yardenit, lado de Israel e Qasr Al-Yahud, lado da Cisjordânia.

Mar Morto

Cenário de muitas histórias do Antigo Testamento, o Mar Morto jamais poderia ficar de fora do Roteiro de Viagem Cristã!

Ele é, na verdade, um lago que fica a 117 km de Jerusalém, porém é chamado de mar devido a sua salubridade, que chega a ser 10 vezes maior que a dos oceanos.

As águas do Mar Morto são consideradas medicinais por melhorarem algumas doenças respiratórias e de pele de quem já se banhou por lá. A lama da região do lago também tem propriedades curativas por ser rica em sódio, potássio, magnésio e cálcio.

Monte Nebo

O próximo destino do Roteiro de Viagem Cristã é topo do Monte Nebo, que durante a peregrinação dos judeus à terra prometida, Moisés avistou a Canaã.

Futuramente, nesse mesmo local, Jeremias escondeu a Arca da Aliança, a Tenda e o Altar de Incenso.

Essas passagens contribuíram para o Monte Nebo se tornar um Roteiro de Viagem Cristã que abriga uma igreja, construída no século IV d.C. e ampliada com o decorrer da história.

Mar Vermelho

Conforme conta a Bíblia Sagrada, Moisés foi escolhido por Deus para liderar a partida dos hebreus do Egito rumo à terra prometida de Canaã. Durante o êxodo, um dos momentos mais marcantes é a abertura do Mar Vermelho para o povo fugir da perseguição do faraó Ramessés II.

É, posteriormente, nessa jornada que Moisés recebe de Deus as tábuas dos dez mandamentos!

O Mar Vermelho banha os países da Arábia Saudita, Djibuti, Egito, Eritreia, Iêmen, Israel, Jordânia e Sudão. Tem aproximadamente 1.900 km de comprimento, por uma largura máxima de 300 km e profundidade máxima de 3.040 metros.

Ele é um destino privilegiado para os amantes de mergulho submarino, com uma população de mais de 1.000 espécies de invertebrados, incluindo 200 espécies de corais e, pelo menos, 30 espécies de tubarões. 

É devido à proliferação das bactérias trichodesmium erythraeum, presentes na superfície da água, que deixam o mar com manchas avermelhadas em alguns lugares, que esse mar fora assim nomeado.

Monte Sinai

 

A paisagem do Monte Sinai é, certamente, de tirar o fôlego! 

A cadeia de montanhas proporciona uma experiência única de voltar no tempo do Êxodo e se imaginar ao pé do monte com os filhos de Israel ou até mesmo subindo junto com Moisés para receber a tábua dos dez mandamentos.

O Monte Sinai é um pico de granito com uma altitude de 2285 metros. Entre a base e o pico, existe uma escadaria chamada Sikket Saydna Musa, que em árabe significa O Caminho de Moisés.

A 750 degraus abaixo do pico, existe uma plataforma onde Aarão e os 70 sábios esperaram enquanto Moisés recebia as Tábuas da Lei e uma caverna, chamada Retiro de Elias, local onde Deus falou com Elias após 40 dias de caminhada pelo deserto.

Bem no pico do monte encontra-se a pequena Capela da Santíssima Trindade, construída em 1934.

Caná da Galileia

A aldeia árabe de Kafr Kanna, na Baixa Galileia, foi oficialmente reconhecida e identificada pelo Vaticano no século XVII como, o que seria na tradição cristã, Caná da Galileia. Desde então, a aldeia virou roteiro de viagens para peregrinos cristãos do mundo todo.

A pequena aldeia, situada entre as vistas panorâmicas da Galileia, recebe cerca de 200.000 turistas por ano.

Foi em Caná da Galileia que Jesus realizou seu primeiro milagre ao transformar água em vinho no casamento de um pobre casal.

Inspirada pelo milagre do vinho, desenvolveu-se uma tradição de realizar casamentos neste local, assim como renovar os votos do casamento para fortalecer a união.

Mar da Galileia

O mar da Galileia, também conhecido como mar de Tiberíades ou lago de Genesaré, é na verdade um lago de água doce localizado no Distrito Norte de Israel. É o maior lago do país e tem comprimento de 20 quilômetros.

É um dos recursos hídricos mais importantes de Israel. Há canalizações que permitem o abastecimento de cidades com água doce e a irrigação de campos.

Anteriormente, nos dias de Jesus, o mar da Galileia era um importante pólo de pesca. Ele é mencionado em várias passagens bíblicas, sendo o milagre de andar sobre a água a mais famosas delas.

 Carfanaum

Enfim, ara finalizar nosso Roteiro de Viagem Cristã, Cafarnaum, localizada à margem norte do Mar da Galileia, foi um importante e bem-sucedido centro comercial e de pesca.

A princípio, a cidade era lar dos apóstolos pescadores Pedro e André, porém foi também onde Jesus convocou o apóstolo Mateus.

Apesar dos muitos milagres realizados na cidade, as pessoas em geral rejeitaram o ministério do Salvador. Jesus, portanto, amaldiçoou a cidade que, com o tempo, ficou em ruínas e hoje é um parque arqueológico.

Em Cafarnaum você tem a oportunidade de visitar a casa de Pedro e a Igreja Beneditina em comemoração ao milagre da multiplicação de pães e peixes.

Viagens religiosas são uma das práticas mais antigas do mundo. Desde os tempos mais remotos, peregrinos percorriam longas distâncias em busca de cura, milagres ou agradecimento.

Ao visitar esses lugares especiais, você se sentirá mais forte, inspirado e próximo de Deus!  Alguns desses locais são elos entre determinados fatos históricos e pessoas, mas principalmente, são lugares em que Jesus viveu e morreu.

Já visitou algum desses locais? Há algum local que você acha que não pode faltar nessa lista? Deixe sua resposta nos comentários.

Gostou do nosso Roteiro de Viagem Cristã? Compartilhe o conteúdo com seus amigos. Quem sabe esse não é o roteiro da sua próxima viagem!      

Nós sabemos como ajudar você nessa jornada...

Vem com a gente!

Não enviamos spam. Seu e-mail está 100% seguro!

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share This